Última hora

Em leitura:

May quer "estabilidade" depois de perder maioria absoluta


Reino Unido

May quer "estabilidade" depois de perder maioria absoluta

Theresa May perdeu a aposta nas legislativas no Reino Unido. A primeira-ministra britânica esperava confirmar a maioria absoluta para dispor de uma mão forte nas negociações da saída do país do Reino Unido, mas o “tiro saiu-lhe pela culatra”.

Com 330 assentos antes do escrutínio, que a própria May convocou por antecipação, os conservadores vencem as eleições, mas ficam aquém do mínimo de 326 deputados necessários para a maioria absoluta.

Apesar disso, May afirmou que “neste momento, o país precisa sobretudo de um período de estabilidade e, confirmando-se as indicações de que o partido conservador conquistou o maior número de assentos e de votos, seria honesto garantir que tenhamos esse período de estabilidade e é exatamente isso que faremos”.

A “sorte” de May faz lembrar a de outro líder conservador: David Cameron. O antigo primeiro-ministro jogou o futuro convocando o referendo ao “Brexit” e a aposta acabou por lhe custar o cargo.

Reino Unido

Corbyn sugere a May que abandone o cargo