Última hora

Venezuela: Encontrado o helicóptero - prossegue a caça ao piloto

Foi encontrado o helicóptero que sobrevoou o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela. Autoridades emitem mandato de captura contra o piloto

Em leitura:

Venezuela: Encontrado o helicóptero - prossegue a caça ao piloto

Tamanho do texto Aa Aa

Foi encontrado o helicóptero que sobrevoou ontem Caracas e particularmente a zona do Supremo Tribunal de Justiça.

As imagens correram o mundo e o presidente Nicolas Maduro apressou-se a denunciar um “ataque terrorista”, tendo afirmado que foram lançadas quatro granadas contra o edifício do tribunal e disparados 15 tiros.

O ato terá sido da autoria do piloto Oscar Pérez, da unidade da polícia científica, que, num comunicado divulgado nas redes sociais, pedia a “renúncia imediata de Nicolas Maduro e todos os ministros e a convocação de eleições legislativas”.

O agente Oscar Perez é conhecido na Venezuela por ter participado no filme de ação “Muerte Suspendida”:https://www.youtube.com/watch?v=4TK9rV6u0wc, inspirado na história verídica de um imigrante português que foi sequestrado para pedido de resgate e foi libertado um ano depois com a ajuda da polícia científica.

A oposição não aderiu a este apelo, nem as forças policiais que Perez dizia representar.

Para os venezuelanos, perdidos numa profunda crise, o ato do piloto é algo inexplicável. Uma jovem comenta: “Já não sei em quem acreditar. O governo e a oposição contam-nos mentiras e, no meio, estamos nós, o povo”.

O governo põe em causa a saúde mental do piloto, ao mesmo tempo que acusa os governos internacionais de não condenarem o que qualifica “ato terrorista com intenções golpistas”.

Aparentemente, o que Oscar Perez conseguiu com este ato foi tornar-se no inímigo público do regime e no homem mais procurado na Venezuela.