Última hora

Última hora

Deputados dizem sim ao casamento homossexual

Malta legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A lei, que teve o apoio de diferentes partidos, retira palavras como "marido", "esposa", "mãe" e "pai" da Lei de Casamento e substitui por "cônjuge", neutro em termos de género, "pai que deu à luz" e "pai que não deu à luz".

Em leitura:

Deputados dizem sim ao casamento homossexual

Tamanho do texto Aa Aa

Malta legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Quarta-feira, o parlamento da ilha do Mediterrâneo disse sim ao casamento homossexual.

O primeiro-ministro, Joseph Muscat, tinha feito a promessa eleitoral de ser esta a primeira lei que iria apresentar perante o Parlamento no seu novo mandato

“É uma votação histórica. Mostra que a nossa democracia e sociedade estão a amadurecer. Atingimos um nível de maturidade sem precedentes. É uma sociedade onde podemos dizer que todos somos iguais,” declarou Joseph Muscat.

A lei, que teve o apoio de diferentes partidos, retira palavras como “marido”, “esposa”, “mãe” e “pai” da Lei de Casamento e substitui por “cônjuge”, neutro em termos de género, “pai que deu à luz” e “pai que não deu à luz”.

Malta era foi o 24º país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Sem abstenções, a lei foi aprovada com 66 votos a favor e 1 contra.