Última hora

Última hora

A 13ª etapa foi de Peterhansel e Sotnikov

Em leitura:

A 13ª etapa foi de Peterhansel e Sotnikov

Tamanho do texto Aa Aa

Com agências

Stéphane Peterhansel ​​e Jean-Paul Cottoret consegui​ram ​a 5ta vitória no Rali Rota da Seda, na que foi a antepenúltima etapa, entre ​nas localidades chinesas de ​Alashan Yuqi e Zhongwei.

Cyril Despres e David Castera seguiam-nos de perto, conseguindo um confortável segundo lugar que lhes permite manter a liderança na tabela de classificação geral.

A etapa fica marcada por uma luta desenfreada pelo podium entre o buggy do chinês Han Wei e o francês Christian Laveille, da Baicmotor, terceiro lugar.

O dia foi complicado para os pilotos da Team X-Raid. O saudita al-Rahji perdeu mais do que uma hora e 15 minutos na prova, enquanto o norte-americano Bryce Menzies perdido nas areias, acabou por ceder o 5to lugar para Stéphane Peterhansel.
O domínio da Kamaz-Master nos camiões
​<​br>
Nos camiões, Dmitry Sotnikov, vencedor da etapa, parece ter consolidado a vantagem face aos companheiros da Kamaz.​​ O jovem Anton Shibalov, no entanto, mostrou o que vale e foi segundo, chegando a ameaçar o líder durante a etapa. É quase certo que a equipa russa, a Kamaz-Master venha a vence esta sétima edição do Rota da Seda. ​

A​ 13ª etapa foi dominada por um trajeto quase lunar, com dunas do tamanho de catedrais, numa paisagem tão bela quanto exigente para todos os condutores.

A 7ª edição do Rali Rota da Seda começou na capital russa, Moscovo, dia oito de julho, e termina dia 22, na cidade chinesa de Xian, passando pelo Cazaquistão. Durante as duas semanas de provas, são feitos 9.672 quilómetros, 4.094 dos quais, cronometrados.