Última hora

Última hora

Prisão preventiva para suspeitos depois de apreendida uma tonelada de cocaína vinda do Brasil

Em leitura:

Prisão preventiva para suspeitos depois de apreendida uma tonelada de cocaína vinda do Brasil

Prisão preventiva para suspeitos depois de apreendida uma tonelada de cocaína vinda do Brasil
Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal da comarca de São Vicente, em Cabo Verde, decretou a prisão preventiva aos quatros homens detidos na quinta-feira na sequência da apreensão de mais de uma tonelada de cocaína na ilha.

Segundo a imprensa cabo-verdiana, os quatros homens – três brasileiros e um francês – foram ouvidos na sexta-feira pelo Tribunal de São Vicente, que os mandou aguardar o julgamento em prisão preventiva.

A Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde apreendeu mais 1.157 quilos de cocaína num iate atracado na ilha de São Vicente e deteve os quatro homens.

O iate, de 22 metros e meio de comprimento, que saiu do Brasil e chegou a São Vicente na segunda-feira, tinha como destino a Europa.

Uma das maiores apreensões de sempre em Cabo Verde

A apreensão aconteceu dois dias após a PJ de São Vicente ter apreendido cinco quilogramas de cocaína no aeroporto internacional da ilha a um homem de nacionalidade sueca que partiu do Brasil num avião da TAP, com escala em Lisboa.

Esta foi a maior quantidade de droga apreendida na ilha de São Vicente, depois dos 521 quilogramas no caso Perla Negra, em novembro de 2014, numas das praias da ilha.

É também a segunda maior quantidade alguma vez apreendida em Cabo Verde, após a operação “Lancha Voadora” que, em 2011, culminou com a apreensão de uma tonelada e meia de cocaína em estado de elevada pureza escondida na cave de um prédio na cidade da Praia.

Com Lusa