Última hora

Vuelta 2017, etapa 9: Froome estreia-se a vencer e reforça "vermelha"

Rui Costa foi o melhor português da tirada, em 26.°; Nelson Oliveira caiu do 11.° para o 19.° lugar da geral.

Em leitura:

Vuelta 2017, etapa 9: Froome estreia-se a vencer e reforça "vermelha"

Tamanho do texto Aa Aa

Chris Froome (Sky), líder da Volta a Espanha em bicicleta, impôs-se este domingo na nona etapa e ganhou tempo aos mais diretos perseguidores, antes do primeiro dia de descanso. Foi o primeiro triunfo do britânico na presente edição da prova.

Um arranque nas rampas finais permitiu a Froome vencer na Cumbre del Sol — contagem de primeira categoria onde foi segundo em 2015 atrás do holandês Dumoulin — e concluir a tirada de 174 quilómetros em 4:07.13 horas, com quatro segundos de vantagem sobre o colombiano Johan Esteban Chaves (Orica-Scott), e cinco em relação ao canadiano Michael Woods (Cannondale-Drapac), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Na geral, o britânico, que somou a quarta vitória em tiradas da Vuelta, segue com uma vantagem de 36 segundos sobre Johan Estban Chaves, e 1.05 minutos em relação ao irlandês Nicolas Roche (BMC), que são os seus mais diretos perseguidores.

“Este foi um dia incrível, correu tudo bem, os meus companheiros de equipa fizeram um trabalho fantástico”, afirmou Froome, que não vencia uma etapa desde a edição de 2016 da Volta a França, prova que já venceu em quatro ocasiões.

Froome admitiu lembrar-se bem do segundo lugar conseguido em 2015 na Cumbre del Sol, atrás de Tom Dumoulin: “Vi as imagens de há dois anos para estudar a subida e definir o melhor momento para atacar”.

Rui Costa (UAE Team Emirates) foi o melhor português na tirada, terminando na 26.ª posição, a 1.22 de Froome, resultado que apenas lhe permitiu subir de 23.º para 22.º da geral.

Depois de no sábado ter sido quinto na tirada e ter ficado ‘à porta’ do top-10, Nelson Oliveira (Movistar) foi este domingo 41.º na etapa, a 2.37 do vencedor e desceu do 11.º para o 19.º da classificação individual.

Ricardo Vilela (Manzana Postobón) concluiu a tirada na 93.ª posição, a 9.53 do primeiro, e Rafael Reis (Caja Rural) foi 130.º, a quase 20 minutos do britânico.

Na geral, o Vilela ocupa o 57.º lugar, a 35.36 minutos de Froome, e Reis está a 1:31.44 horas do líder, no lugar 151.

Na segunda-feira, o pelotão cumpre o primeiro dia de descanso, regressando à estrada na terça-feira para uma etapa plana entre Caravaca e Alhama de Murcia, na distância de 164,8 quilómetros.

Texto: Lusa
Ediç~yo: Francisco Marques