Última hora

Michel Temer na China à procura de investidores

Michel Temer e Xi Jinping assistiram à assinatura de 14 acordos de cooperação entre Brasil e China.

Em leitura:

Michel Temer na China à procura de investidores

Tamanho do texto Aa Aa

Michel Temer iniciou, esta sexta-feira, uma visita à China.

O presidente brasileiro espera atrair investidores chineses, uma semana depois do anúncio da intenção de privatizar 58 ativos, onde se inclui o maior fornecedor de energia da América Latina, a Eletrobras e o lucrativo terminal de Congonhas, em São Paulo.


Michel Temer e Xi Jinping assistiram à assinatura de 14 acordos de cooperação entre Brasil e China.

Entre os atos fimados está o licenciamento da Fase 2 da Central Hidroelétrica de Belo Monte, no estado brasileiro do Pará; um contrato de financiamento da China Communication and Construction Company para a construção do terminal de Uso Privado no Porto de São Luís, no Maranhão, avaliado em cerca de 590 milhões de euros. Foi, ainda, assinado um memorando de entendimento para a construção da Central Nuclear Angra 3, em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.


Os dois presidentes estiveram também reunidos e firmaram vários acordos bilaterais onde se inclui a facilitação de vistos de turismo e de negócios, entre os dois países e um memorando de entendimento sobre o comércio eletrónico.

Michel Temer participa depois na nona cimeira dos BRICS que decorre entre três e cinco de setembro, em Xiamen, costa leste da China, e reúne os líderes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.