This content is not available in your region

Michel Temer na China à procura de investidores

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Michel Temer na China à procura de investidores

<p>Michel Temer iniciou, esta sexta-feira, uma visita à China.</p> <p>O presidente brasileiro espera atrair investidores chineses, uma semana depois do anúncio da intenção de privatizar 58 ativos, onde se inclui o maior fornecedor de energia da América Latina, a Eletrobras e o lucrativo terminal de Congonhas, em São Paulo.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="pt" dir="ltr">Temer diz ao presidente da China que o Brasil é destino seguro para investimentos. <a href="https://t.co/aFqujuVuJ1">https://t.co/aFqujuVuJ1</a> <a href="https://t.co/lDZVXkOC66">pic.twitter.com/lDZVXkOC66</a></p>— Jornal O Globo (@JornalOGlobo) <a href="https://twitter.com/JornalOGlobo/status/903578182229549057">September 1, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Michel Temer e Xi Jinping assistiram à assinatura de 14 acordos de cooperação entre Brasil e China. </p> <p>Entre os atos fimados está o licenciamento da Fase 2 da Central Hidroelétrica de Belo Monte, no estado brasileiro do Pará; um contrato de financiamento da China Communication and Construction Company para a construção do terminal de Uso Privado no Porto de São Luís, no Maranhão, avaliado em cerca de 590 milhões de euros. Foi, ainda, assinado um memorando de entendimento para a construção da Central Nuclear Angra 3, em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="pt" dir="ltr">(AI) <a href="https://twitter.com/hashtag/Brasil?src=hash">#Brasil</a> e <a href="https://twitter.com/hashtag/China?src=hash">#China</a> assinam 14 atos que fortalecem relação entre os países. <br /> Acordos devem agilizar investimentos: <a href="https://t.co/WEo3t0loSM">https://t.co/WEo3t0loSM</a> <a href="https://t.co/bjiQffgxGB">pic.twitter.com/bjiQffgxGB</a></p>— Michel Temer (@MichelTemer) <a href="https://twitter.com/MichelTemer/status/903584300502790144">September 1, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Os dois presidentes estiveram também reunidos e firmaram vários acordos bilaterais onde se inclui a facilitação de vistos de turismo e de negócios, entre os dois países e um memorando de entendimento sobre o comércio eletrónico.</p> <p>Michel Temer participa depois na nona cimeira dos <span class="caps">BRICS</span> que decorre entre três e cinco de setembro, em Xiamen, costa leste da China, e reúne os líderes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.</p>