Última hora

Gauland alvo de inquérito por discurso de ódio

As declarações do líder do partido alemão AfD sobre o ministro da Integração valeram a Gauland uma chuva de críticas e a abertura de um inquérito

Em leitura:

Gauland alvo de inquérito por discurso de ódio

Tamanho do texto Aa Aa

A Procuradoria alemã instaurou um inquérito ao candidato a chanceler alemão do partido AfD, Alternativa para a Alemanha. A decisão foi tomada depois de Alexander Gauland ter dito que o ministro da Integração, Aydan Özoguz, devia“ser deportado para Anatólia.” Palavras que muitos consideram incitar ao ódio e à violência.

O discurso anti-imigração do AfD, somou pontos com a crise migratória e, de acordo com as últimas sondagens, pode tornar-se o terceiro partido mais votado nas eleições agendadas para 24 de setembro. Ainda, assim, a decisão de Angela Merkel de abrir as portas a um milhão e 300 mil refugiados promete não penalizar a líder da CDU que deverá renovar o mandato.