Última hora

O furacão Irma deixou a Flórida em situação caótica

Em leitura:

O furacão Irma deixou a Flórida em situação caótica

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Irma foi perdendo força à medida que avançava pelo território da Flórida, mas deixou pelo menos três vítimas pelo caminho e elevados danos materiais.

A cidade de Miami, ficou numa situação caótica, com milhares de pessoas sem eletricidade, ruas inundadas e árvores caídas, mas evitou o pior com a deslocação da trajetória do Irma.

O furacão tocou terra em Cayos, no extremo sul do estado, como categoria 4 e ventos de 215 quilómetros por hora, mas foi progressivamente regredindo para as categorias 3 e 2.

Em todo o estado, mais de 2,1 milhões de pessoas estão sem eletricidade e a companhia estatal já avisou que serão necessárias semanas, e não dias, para restabelecer a energia, apesar da ajuda de equipas vindas da Califórnia ou mesmo do Massachussetts.

Donald Trump declarou o estado de “catástrofe natural” e promete visitar brevemente a região.

Esta é a segunda situação de crise do presidente nas últimas semanas. Segundo o serviço privado de meteorologia, Accuweather os furacões Irma e Harvey vão custar ao orçamento americano quase 300 mil milhões de dólares, 1,5% do PIB dos Estados Unidos.

O Accuweather estima este custo com base numa longa lista da qual constam: interrupção da atividade das empresas, aumento do desemprego de curta e média duração, destruição das infraestruturas, congestionamento dos transportes, perdas agrícolas – nomeadamente no algodão e nas laranjas – aumento dos preços no consumidor, aumento dos combustíveis, sem esquecer, obviamente, os danos em viaturas, casas e objetos de arte, entre outros.