Última hora

Irma passa a tempestade tropical

Mais de 600 mil habitantes foram deslocados na Geórgia e Carolina do Sul.

Em leitura:

Irma passa a tempestade tropical

Tamanho do texto Aa Aa

O Irma perdeu intensidade e passou a categoria de tempestade tropical, depois de deixar um rasto de destruição nas Caraíbas e provocar inundações em várias cidades da Flórida.

Os ventos, agora de menos de 110 Km por hora, assolaram as imediações das cidades de Orlando e Tampa. Milhões de pessoas ficaram sem eletricidade. Os principais aeroportos do Estado foram encerrados.

Durante a noite, o furacão tinha provocado cheias e estragos durante a sua passagem em Miami, com a queda de três gruas na cidade. As autoridades locais tinham declarado um recolher obrigatório, após ordenarem a retirada de mais de 6 milhões de habitantes. Cerca de 30 pessoas foram detidas por pilhagens durante a noite. Donald Trump tinha ontem declarado o estado de catástrofe natural na Flórida, onde pelo menos três pessoas morreram na sequência da intempérie. O Irma provocou mais de duas dezenas de mortes nas Caraíbas, tendo-se tornado o fenómeno meteorológico mais violento de sempre a assolar o Atlântico, com ventos de mais de 300 Km/hora.

A Geórgia e a Carolina do Sul encontram-se em estado de emergência, com mais de 600 mil habitantes obrigados a abandonar temporariamente as suas casas, pelo menos até esta terça-feira.