Última hora

Rajoy lança ultimato à Catalunha

Mas deixa no ar uma possível revisão constitucional.

Em leitura:

Rajoy lança ultimato à Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Mariano Rajoy lançou um ultimato ao governo catalão, que tem agora cinco dias para clarificar se o discurso de Carles Puigdemont no parlamento catalão, terça-feira, foi ou não uma declaração de independência.

allviews Created with Sketch. Point of view

""Podemos até falar sobre uma reforma da constituição. Esta não é uma lei perpétua, nem tem a pretensão de o ser."

Mariano Rajoy Primeiro-ministro espanhol

O presidente do Governo Espanhol foi ao Parlamento reafirmar que o referendo de 1 de outubro foi ilegal, tal como será qualquer declaração de independência e que a Espanha é indivisível. No entanto, aceita o diálogo com o governo catalão e diz que pode conversar sobre tudo: “Podemos até falar sobre uma reforma da Constituição. Esta não é uma lei perpétua, nem tem a pretensão de o ser. Não é uma lei imutável. Cada um dos seus princípios, até os mais essenciais, podem ser modificados”, disse no discurso.


Uma eventual revisão constitucional pode levar a um novo referendo, desta vez legitimado pelo governo central. Mesmo deixando no ar a possibilidade de rever a Constituição, Rajoy anunciou que, caso a Generalitat não clarifique a situação nos próximos cinco dias, pode vir a usar o artigo 155 da constituição, que lhe permite suspender a autonomia da Catalunha e assumir o controlo administrativo da região.