Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Rajoy lança ultimato à Catalunha

Rajoy lança ultimato à Catalunha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mariano Rajoy lançou um ultimato ao governo catalão, que tem agora cinco dias para clarificar se o discurso de Carles Puigdemont no parlamento catalão, terça-feira, foi ou não uma declaração de independência.

"Podemos até falar sobre uma reforma da constituição. Esta não é uma lei perpétua, nem tem a pretensão de o ser.

Mariano Rajoy Primeiro-ministro espanhol

O presidente do Governo Espanhol foi ao Parlamento reafirmar que o referendo de 1 de outubro foi ilegal, tal como será qualquer declaração de independência e que a Espanha é indivisível. No entanto, aceita o diálogo com o governo catalão e diz que pode conversar sobre tudo: “Podemos até falar sobre uma reforma da Constituição. Esta não é uma lei perpétua, nem tem a pretensão de o ser. Não é uma lei imutável. Cada um dos seus princípios, até os mais essenciais, podem ser modificados”, disse no discurso.


Uma eventual revisão constitucional pode levar a um novo referendo, desta vez legitimado pelo governo central. Mesmo deixando no ar a possibilidade de rever a Constituição, Rajoy anunciou que, caso a Generalitat não clarifique a situação nos próximos cinco dias, pode vir a usar o artigo 155 da constituição, que lhe permite suspender a autonomia da Catalunha e assumir o controlo administrativo da região.