Rajoy lança ultimato à Catalunha

Rajoy lança ultimato à Catalunha
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mas deixa no ar uma possível revisão constitucional.

PUBLICIDADE

Mariano Rajoy lançou um ultimato ao governo catalão, que tem agora cinco dias para clarificar se o discurso de Carles Puigdemont no parlamento catalão, terça-feira, foi ou não uma declaração de independência.

O presidente do Governo Espanhol foi ao Parlamento reafirmar que o referendo de 1 de outubro foi ilegal, tal como será qualquer declaração de independência e que a Espanha é indivisível. No entanto, aceita o diálogo com o governo catalão e diz que pode conversar sobre tudo: “Podemos até falar sobre uma reforma da Constituição. Esta não é uma lei perpétua, nem tem a pretensão de o ser. Não é uma lei imutável. Cada um dos seus princípios, até os mais essenciais, podem ser modificados”, disse no discurso.

El Gobierno siempre ha estado a favor del diálogo dentro de la ley. Bajo la apariencia de un diálogo se ha pretendido la imposición #11Octpic.twitter.com/1jJTQgxib3

— Mariano Rajoy Brey (@marianorajoy) October 11, 2017

Uma eventual revisão constitucional pode levar a um novo referendo, desta vez legitimado pelo governo central. Mesmo deixando no ar a possibilidade de rever a Constituição, Rajoy anunciou que, caso a Generalitat não clarifique a situação nos próximos cinco dias, pode vir a usar o artigo 155 da constituição, que lhe permite suspender a autonomia da Catalunha e assumir o controlo administrativo da região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Um arquiteto juntou-se a 17 famílias e nasceu a primeira cooperativa de habitação em Madrid

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo