Última hora

Última hora

"Lobo solitário" com ligações ao Estado Islâmico é o autor do ataque em Nova Iorque

De acordo com os meios de comunicação norte-americanos, Sayfullo Saipov terá entrado nos Estados Unidos através do programa "Diversity Visa Lottery", que seleciona estrangeiros e lhes atribuir visto de entrada.

Em leitura:

"Lobo solitário" com ligações ao Estado Islâmico é o autor do ataque em Nova Iorque

Tamanho do texto Aa Aa

Um “lobo solitário” com ligações ao auto-proclamado Estado Islâmico. Foi desta forma que foi classificado pelas autoridades de norte-americanas o autor do ataque de Nova Iorque. O homem, de 29 anos, natural do Uzebequistão, acelerou numa ciclovia perto do Rio Hudson. Depois de sair da viatura com uma arma falsa foi alvejado e detido pela polícia. Vivia desde 2010 nos Estados Unidos e ter-se-á radicalizado já em território norte-americano.

Numa conferência de imprensa realizada esta quarta-feira, John Miller, vice-comissário dos Serviços Secretos e Contraterrorismo, revelou que “foram encontradas à volta da carrinha várias facas e duas pistolas falsas- uma de paintball e outra de ar comprimido. Fez tudo isto em nome do Estado Islâmico. No meio das provas recolhidas estava algumas notas que provam isso mesmo. Ao que tudo indica, terá seguido à risca as instruções do Estado Islâmico”.

Neste ataque oito pessoas morreram, seis no local, outras duas já no hospital. 12 pessoas ficaram feridas, quatro delas em estado considerado grave.

De acordo com os meios de comunicação norte-americanos, Sayfullo Saipov terá entrado nos Estados Unidos através do programa “Diversity Visa Lottery”, que seleciona estrangeiros e lhes atribuir visto de entrada.
Donald Trump reagiu de imediato no Twitter: escreveu “Estamos a lutar arduamente por uma imigração baseada no mérito, não queremos mais sistemas de lotaria democratas. Temos de nos tornar muito mais duros (e espertos)”.


O Presidente norte-americano admitiu também enviar o autor deste ataque para a prisão de Guantanamo. O governador do Estado de Nova Iorque, em reação ao tweet de Trump afirmou que “o tweet do Presidente não é útil. Não são dados confirmados. Há tendência para apontar dedos e politizar a situação”.

Entretanto, as autoridades locais anunciaram que foram reforçadas as medidas de segurança nas ruas de Nova Iorque, sobretudo porque para este fim de semana está agendada a Maratona da cidade que atrai milhares de participantes.