Última hora

Última hora

Carles Puigdemont "disposto a colaborar com autoridades belgas"

Carles Puigdemont deixou uma mensagem no Twitter em holandês, onde diz querer "cooperar plenamente" com a Justiça.

Em leitura:

Carles Puigdemont "disposto a colaborar com autoridades belgas"

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente deposto do Governo regional catalão, Carles Puigdemont, afirmou-se disposto a “cooperar plenamente” com a justiça belga no âmbito do mandado europeu de detenção emitido esta semana pela justiça espanhola.

O antigo governante e alguns membros do executivo regional foram para a Bélgica, depois da destituição da Generalitat, decidida pelo Governo de Madrid após a declaração unilateral de independência.

A meio da semana, alguns deles regressaram a Espanha, mas Puigdemont e outros membros da sua equipa não.

O Ministério Público belga confirmou ter recebido mandados de detenção de Puigdemont e outros quatro antigos governantes, cabendo agora a um juiz a decisão de os mandar prender ou não.

Uma vez que seja designado um juiz de instrução e os “interessados sejam encontrados e levados perante o juiz, este terá 24 horas para tomar uma decisão” sobre as Ordens Europeias de Detenção e Entrega.

Na quinta-feira, o Ministério Público espanhol pediu à Audiência Nacional para emitir um mandado europeu de detenção contra Carles Puigdemont.

Os ex-membros do governo regional da Catalunha estão a ser acusados dos delitos de rebelião, sedição e desvio de fundos, arriscando-se a penas que poderão ir até 30 anos de prisão.

Com Lusa