Última hora

Última hora

Itália investiga morte de 26 mulheres migrantes no Mediterrâneo

Corpos das vítimas chegaram este domingo ao porto de Salerno.

Em leitura:

Itália investiga morte de 26 mulheres migrantes no Mediterrâneo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades italianas abriram uma investigação à morte de 26 mulheres migrantes durante um naufrágio na sexta-feira no mar Mediterrâneo.

Os cadáveres das vítimas chegaram este domingo ao porto italiano de Salerno, juntamente com mais de 400 pessoas resgatadas com vida de outros incidentes nos últimos dias. O prefeito de Salerno fala de um caso de homicídio quando as vítimas mortais, alegadamente de nacionalidade nigeriana, são todas mulheres.

As autoridades vão recorrer a autópsias para averiguar se as vítimas faziam parte de uma rede de prostituição.

Sessenta pessoas tinham sido resgatadas durante o incidente com um barco pneumático, entre as quais vários homens.

O fluxo de migrantes no Mediterrâneo caiu 30% relativamente ao ano passado, quando a travessia de mais de 111 mil pessoas este ano é manchada por mais de 2.800 mortes.