Última hora

Última hora

Medicina regenerativa salva vida de rapaz com doença de pele rara

Após dois anos de tratamento inovador com uma pele criada em laboratório o jovem recuperou e agora já pode ter uma vida normal.

Em leitura:

Medicina regenerativa salva vida de rapaz com doença de pele rara

Tamanho do texto Aa Aa

Um sucesso para o jovem Hassan e para a medicina regenerativa.

O jovem sírio de nove anos de idade nasceu com uma doença genética rara que tornou a sua pele tão frágil quanto as asas de uma borboleta.

Finalmente, após dois anos de tratamento inovador com uma pele criada em laboratório, o jovem recuperou e agora já pode ter uma vida normal.

Por detrás deste sucesso está a equipa do centro de Medicina Regenerativa da Universidade de Modena em Itália.

“Depois do primeiro transplante nos quatro membros em outubro e, mais tarde, do segundo transplante, o maior, nas costas, a regeneração da pele teve outros efeitos no rapaz. Ele melhorou imediatamente, os parâmetros vitais melhoraram e foi então que nos apercebemos de que havíamos cumprido o objetivo”, disse Michele de Luca, diretor do Centro de Medicina Regenerativa de Modena.

Depois de anos de frustrações, o pai de Hassan, que optou pelo anonimato, respirou de alívio e afirma que não podia estar mais feliz.

Praticamente dois anos decorridos sobre o início do tratamento, a pele do jovem Hassan recuperou totalmente. Um sucesso para Hassan e para a medicina regenerativa.