Última hora

Última hora

Decisão de Trump provoca reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU

Em leitura:

Decisão de Trump provoca reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU

Decisão de Trump provoca reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU
Tamanho do texto Aa Aa

A decisão de Donald Trump de transferir a embaixada norte-americana em Israel de Telavive para Jerusalém lançou o alarme na ONU. O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai reunir-se de emergência esta sexta-feira para analisar a decisão de Trump e as possíveis consequências para a situação no Médio Oriente, já frágil, e que pode vir a piorar.

A reunião foi pedida por um conjunto de membros do Conselho de Segurança - França, Grã-Bretanha, Itália, Suécia, Uruguai, Bolívia, Egito e Senegal.

O reconhecimento de Jerusalém como capital israelita era uma promessa antiga de Trump: "É altura de reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel. Acredito que esta decisão favorece os Estados Unidos e o processo de paz entre Israel e os palestinianos", disse o presidente americano ao assinar o decreto que deu início ao processo.

O ato, considerado perigoso para a estabilidade da região, foi condenado pela União Europeia e países como França, Alemanha, Reino Unido, Turquia e Jordânia.