Última hora

Última hora

Contagem decrescente para os Prémios da Academia Europeia de Cinema

Em leitura:

Contagem decrescente para os Prémios da Academia Europeia de Cinema

Tamanho do texto Aa Aa

Já se faz a contagem decrescente para a entrega dos prémios da Academia Europeia de Cinema, que este ano estão de volta a Berlim.

Enquanto se dão os últimos retoques para a cerimónia deste sábado, o presidente da Academia, o cineasta alemão Wim Wenders, relembra nesta 30ª edição a ideia original do evento: unir uma Europa em tempos dividida pela Cortina de Ferro.

"Desde o início que não demos tanta importância à cerimónia de prémios, como se fosse apenas: 'E o prémio vai para'... Queríamos que todos os nomeados se sentissem honrados e queríamos que fosse uma celebração do cinema europeu", afirmou o conhecido realizador à Euronews.

Para esta cerimónia há já dois vencedores conhecidos. A atriz e realizadora franco-americana Julie Delpy, de 47 anos, vai ser distinguida com um prémio honorário pela sua contribuição para o cinema.

Além da participação em mais de 30 filmes, Julie Delpy destacou-se também na adaptação de argumentos e na realização de seis longas metragens.

O outro vencedor anunciado é o cineasta russo Aleksandr Sokurov, que vai receber o prémio honorário pela sua carreira. Com mais de 30 anos na indústria cinematográfica, Aleksandr Sokurov conta diversos prémios em festivais internacionais.

Já entre os filmes a concurso, o favoritismo recai na obra "The Square", do realizador sueco Ruben Ostlund, que com a sua sátira ao mundo da arte contemporânea alcançou cinco nomeações.

Os mais de 3000 membros da Academia Europeia de Cinema já depositaram os seus votos. Os vencedores serão também revelados este sábado à noite pela Euronews.