Última hora

Última hora

A vida depois da guerra em Alepo

Em leitura:

A vida depois da guerra em Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

Recomeçar do zero. É assim que os sírios que regressam à zona leste de Alepo, a zona mais pobre da cidade, vivem todos os dias.

Apesar da destruição, os habitantes tentam recuperar os seus trabalhos. Muitos regressam porque já não conseguem pagar as rendas das casas temporárias na zona oeste da cidade.

A casa de Um Mahmoud está totalmente destruída. Agora vive na casa de um familiar.

“O conflito foi muito perto daqui e por isso mudámo-nos para a zona oeste e vivemos lá cinco anos. Regressámos quando a guerra terminou. Não havia mobília. A minha casa foi completamente destruída pelas bombas. Costumava fazer e vender sobremesas. Mas agora não tenho máquinas. O que é que eu vou fazer agora?”.

Um Mahmoud vive agora em casa de Ahmad que costumava ser carpinteiro. Agora faz trabalhos de pintura para os vizinhos.

“Antes da crise tínhamos uma vida normal, sem nenhuma ajuda. Cheguei a ganhar 400 libras sírias e era suficiente. Agora ganho 4 mil e não chega, porque temos de pagar o gerador e outras instalações”.

A cidade de Alepo foi uma zona estratégica durante a ocupação do autoproclamado Estado Islâmico.