Última hora

Última hora

Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou queixa de Navalny

Em leitura:

Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou queixa de Navalny

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou a queixa do líder da oposição, Alexei Navalny, sobre a proibição da sua candidatura às presidenciais de março.

A Comissão Eleitoral russa proibiu Navalny de ser eleito até 2028, por causa de uma condenação por desvio de fundos públicos, um caso que Navalny rejeita e que considera ser uma forma de o afastar das eleições.

Esta terça-feira, o advogado do opositor russo revelou que enviou um pedido ao Tribunal Constitucional para rever esta decisão. Um pedido que não foi aceite segundo a informação avançada, esta sexta-feira, pela agência de notícias Ria.

Alexei Navalny, de 41 anos, é o principal opositor do presidente Vladimir Putin. É um veterano nas manifestações contra a corrupção entre a elite da Rússia.