This content is not available in your region

Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou queixa de Navalny

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou queixa de Navalny

O Tribunal Constitucional da Rússia rejeitou a queixa do líder da oposição, Alexei Navalny, sobre a proibição da sua candidatura às presidenciais de março.

A Comissão Eleitoral russa proibiu Navalny de ser eleito até 2028, por causa de uma condenação por desvio de fundos públicos, um caso que Navalny rejeita e que considera ser uma forma de o afastar das eleições.

Esta terça-feira, o advogado do opositor russo revelou que enviou um pedido ao Tribunal Constitucional para rever esta decisão. Um pedido que não foi aceite segundo a informação avançada, esta sexta-feira, pela agência de notícias Ria.

Alexei Navalny, de 41 anos, é o principal opositor do presidente Vladimir Putin. É um veterano nas manifestações contra a corrupção entre a elite da Rússia.