Última hora

Última hora

Gregos defendem recuperação dos Mármores do Partenon

Em leitura:

Gregos defendem recuperação dos Mármores do Partenon

Gregos defendem recuperação dos Mármores do Partenon
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de gregos a viver no estrangeiro marcharam rumo ao museu da Acrópole em nome da recuperação dos Mármores de Elgin, também conhecidos como os Mármores do Partenon, que se encontram no Reino Unido.

A ação deste domingo decorreu em pleno Fórum Global da Juventude Helénica, que juntou, no fim de semana, em Atenas, mais de 300 jovens gregos vindos de 20 países distintos.

"Os mármores do Partenon fazem parte da nossa história. Têm de voltar à Grécia e nós precisamos de fazer todos os possíveis para tê-los de novo. Não deveríamos deixar a nossa herança cultural nas mãos de estrangeiros", sublinhou Grigoris Chatzisavidis, estudante universitário.

A conferência, intitulada "Juventude Helénica em Ação", terminou na Praça Sintagma com a "Dança da Amizade." Cerca de 200 pessoas apresentaram danças tradicionais gregas.

"Estou muito feliz por fazer parte deste Fórum. Conheci muitos gregos jovens e penso que estamos a enviar uma mensagem forte: Estamos aqui para apoiar a nossa pátria natal. Amo a Grécia e quero voltar sempre", acrescenta a também estudante universitária Ilona Pechlivanidi.

Para os jovens gregos na diáspora, o Fórum foi uma oportunidade para reforçar laços com a terra natal e para cooperar de forma a alcançar objetivos comuns.

Apostolos Staikos, euronews - Podemos viver longe, mas a nossa alma e coração estão sempre aqui. Esta é a mensagem dos jovens gregos que se reuniram em Atenas. Para os que vivem no estrangeiro, esta visita ao país natal foi uma oportunidade para recordar todos os que estão unidos pela Grécia, mas também para discutir os desafios que o país enfrenta.