Última hora

Última hora

Marcelo e Macron lembram batalha de La Lys

Em leitura:

Marcelo e Macron lembram batalha de La Lys

© Copyright :
REUTERS/Pascal Rossignol/Pool
Tamanho do texto Aa Aa

Marcelo Rebelo de Sousa e Emmanuel Macron destacaram a amizade luso-francesa, esta segunda-feira, no cemitério de Richebourg, no norte de França, no ponto alto das comemorações do centenário da Batalha de La Lys.

Os presidentes português e francês lembraram aquele que foi o episódio mais negro da participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial.

Marcelo Rebelo de Sousa: "Foi aqui há 100 anos: a segunda divisão do Corpo Expedicionário Português foi dizimada por oito divisões do sexto Exército alemão. [...] Sete mil de entre os nossos combatentes foram mortos, feridos ou feitos prisioneiros. Tudo se passou em menos de oito horas."

Emmanuel Macron: "Centenas de soldados portugueses morreram durante esse dia, participando corajosamente numa batalha desigual que opôs 20.000 dos seus a mais de 50.000 alemães."

A homenagem contou também com a presença do primeiro-ministro português, António Costa.

Marcelo Rebelo de Sousa aproveitou ainda a oportunidade para lembrar os atentados em França e frisar que Portugal está unido aos franceses na "luta contra o terrorismo".