Última hora

Última hora

Ucrânia acusa Rússia de tentar matar jornalista

Em leitura:

Ucrânia acusa Rússia de tentar matar jornalista

Tamanho do texto Aa Aa

Num dia estava morto, no outro já não.

Numa conferência de imprensa, em Kiev, na Ucrâna, o jornalista russo Arkady Babchenko, que tinha sido dado como morto, apareceu um dia após as notícias do seu assassinato para dizer que estava vivo e que tudo nâo tinha passado de uma encenação montada com as autoridades ucranianas para apanhar quem o tentava assassinar.

A notícia de que Babchenko está afinal vivo foi recebida com furor entre os colegas e até o presidente ucraniano Petro Poroshenko fez questão de saudar o jornalista pelo seu reaparecimento.

No entanto, a encenação nâo deixou de ser alvo de críticas. Para a organização Repórteres Sem Fronteiras a atuação dos serviços de segurança da Ucrânia é questionável, pois nada justifica a simulação da morte de um jornalista.

O esquema foi também criticado pela Rússia. Na sua página de Facebook, a porta-voz do ministério dos negócios estrangeiros Maria Zakharova denunciou o falso assassinato como um caso de propaganda que vai fazer história.

Arkady Babchenko encenou ter morrido á porta de casa com tiros nas costas. Uma morte na qual a própria mulher acreditou e ainda ontem lamentada um pouco por todo o mundo.