Última hora

Última hora

Mundo parou para ver "Lua de Sangue"

Em leitura:

Mundo parou para ver "Lua de Sangue"

Mundo parou para ver "Lua de Sangue"
Tamanho do texto Aa Aa

Foi o maior eclipse lunar do século e quase ninguém o quis perder.

De olhos postos no céu, milhares de pessoas em todo o mundo viram esta sexta-feira à noite a chamada "Lua de Sangue" por causa do tom avermelhado que o satélite natural ganhou por umas horas. Um fenómeno só possível devido ao alinhamento perfeito entre o Sol, a Terra e a Lua e à luz que o astro rei projeta no espaço.

O eclipse total da Lua durou uma hora e 43 minutos, mas todo o processo chegou quase às quatro horas.

Os cientistas prevêem que só voltaremos a ver um fenómeno semelhante com a mesma duração lá para 2123.

Quem acompanhou o eclipse lunar pôde também ver Marte mais brilhante que o habitual. É que o planeta vermelho também esteve alinhado em linha reta com o Sol e a Terra, algo que só acontece a cada dois anos.

Esta terça-feira, Marte vai estar à distância mínima do nosso planeta e vai parecer ainda mais brilhante.

Será a maior aproximação do planeta vermelho à Terra dos últimos 15 anos.