Última hora

Última hora

Detidos gestores de campo de férias inundado pelas cheias na Occitânia

Em leitura:

Detidos gestores de campo de férias inundado pelas cheias na Occitânia

Detidos gestores de campo de férias inundado pelas cheias na Occitânia
Tamanho do texto Aa Aa

Os dois gerentes da associação Leverkusen, no departamento francês de Gard, região de Occitânia (sul), foram detidos, depois do campo de verão que geriam em Saint-Julien-de-Peyrolas ter ficado destruído por causa das cheias que atingiram a zona.

Um alemão de 70 anos desapareceu durante a passagem das águas e pelo menos nove crianças, parte de uma colónia de férias que se encontrava na zona, ficaram feridas.

As autoridades francesas deram início a uma investigação. Os detidos poderiam ser acusados por causar ferimentos a terceiros de forma involuntária, colocar a vida de terceiros em perigo, trabalho e ilegal e pela exploração de um parque de campismo - que se transformou num campo de verão - sem as licenças necessárias.

As equipas de resgate ajudaram à retirada de cerca de 180 pessoas na Colónia de Planjole.

Os bombeiros disseram à Agência France Presse que várias pessoas se encontravam em estado de choque, muitas agarradas às árvores.

A Câmara Municipal de Saint-Julien-de-Peyrolas encontrava-se em litígio com os líderes da associação, tendo levado o processo a tribunal apenas 48 horas antes da tragédia, por violação dos planos de ordenamento regional.

As autoridades locais temiam que o terreno poderia ser atingido em caso de cheias

As inesperadas chuvas que se abateram sobre o sul e o sudoeste de França disseram com que 750 pessoas deixassem as suas casas no departamento de Gard.