This content is not available in your region

Responsável da EMA diz que vacina da Astrazeneca provoca coágulos sanguíneos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Vacina da AstraZeneca
Vacina da AstraZeneca   -   Direitos de autor  Alberto Pezzali/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved   -  

Há uma relação direta entre a vacina da Astrazeneca e os trombos raros que têm surgido em pessoas já vacinadas.

A confirmação surge numa altura em que a Europa acelera a vacinação.

A informação foi divulgada pelo responsável pela estratégia de Vacinação da Agência Europeia do Medicamento (EMA).

Marco Cavaleri disse, numa entrevista ao jornal italiano "Il Messaggero": "Na minha opinião podemos dizer que está claro que há uma relação dos trombos com a vacina, o que é que causa esta reação, ainda não sabemos".

A confirmação surge numa altura em que a Europa acelera a vacinação.

Ainda há uma semana, a EMA dizia não estar provada a relação de causa e efeito entre os coágulos e a vacina, sublinhando que os benefícios da vacina na luta contra a Covid-19 superam os riscos.

A Europa já administrou mais de dez milhões desta vacina; o Reino Unido cerca de 19 milhões.

A vacina da Astrazeneca já foi autorizada em cerca de 70 países.

Por precaução, vários países suspenderam, em março a administração da vacina abaixo de uma certa idade, como França, Alemanha, Países Baixos e Canadá. A Noruega e a Dinamarca suspenderam totalmente o seu uso.

Portugal chegou a suspender mas já retomou a inoculação. A vacina está agora disponível para todas as faixas etárias - incluindo maiores de 65 anos. Os professores estão a ser vacinados com a vacina da Astrazeneca e Universidade de Oxford.