This content is not available in your region

Setembro assinala o 50º aniversário do assassinato da equipa olímpica israelita em Munique

Access to the comments Comentários
De  euronews
 50º aniversário do assassinato da equipa olímpica israelita em Munique
50º aniversário do assassinato da equipa olímpica israelita em Munique   -   Direitos de autor  Matthias Schrader/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.   -  

Setembro assinala o 50º aniversário do assassinato da equipa olímpica israelita em Munique. Os jogos que tinham começado de forma tão colorida e moderna terminaram num terrível banho de sangue - perante os olhos do mundo. 

Gábor Bencze, nascido em 1936, um entusiasta do desporto e engenheiro na televisão, estava no local na altura a trabalhar e relembra o verão mais comovente da sua vida. "Dizendo que o "estúdio estava quase em frente ao edifício onde tudo aconteceu. Conta que uma câmara foi imediatamente colocada no telhado, filmando a famosa varanda onde estava o terrorista. Até que alguém se apercebeu que o que estavam a ver tinha sido introduzido na distribuição da TV por cabo a partir do Parque Olímpico. Por conseguinte, os "terroristas viram-se no ecrã e sabiam exactamente o que era sabido sobre eles".

A tentativa de libertar os reféns falhou de forma terrível. A polícia não estava preparada para tal operação terrorista. Os jogos foram interrompidos por um curto período de tempo e depois retomados. A testemunha adianta ainda que: "todo o clima de alegria acabou abruptamente, mas que os atletas, focados passaram com suas competições. E que na televisão, continuaram transmitir o que se estava a passar.

Os familiares das vítimas lutaram durante décadas pela responsabilização dos alemães e por uma indemnização adequada. Inicialmente tinham descartado a participação nas comemorações deste ano. Mas p oucos dias antes do 50º aniversário, o governo federal e representantes das famílias chegaram a acordo sobre uma indemnização no valor de, aproximadamente, de 28 milhões de euros - provavelmente também para abrir caminho à participação nas comemorações.