Aventuras de Clinton viram comédia musical

Aventuras de Clinton viram comédia musical
De  Ricardo Figueira

<p>As aventuras de Bill Clinton, Monica Lewinsky e Hillary são agora uma comédia musical em cena em Nova Iorque.</p> <p>Os críticos dizem que se trata de uma deliciosa comédia. A estreia foi no Fringe Festival de Edimburgo, em 2012. As diatribes do ex-presidente americano também já passaram por Londres, mas entretanto a peça sofreu mudanças: “Desde que o espetáculo esteve no Festival de Teatro Musical de Nova Iorque, só duas canções se mantiveram. Todo o resto foi reescrito. Houve muitas mudanças, porque aconteceu muita coisa na política e queremos manter-nos atualizados”, diz Paul Hodge, um dos autores.</p> <p>A personagem de Bill Clinton é interpretada por dois atores, que encarnam personalidades bastante diferentes do presidente. No entanto, Hillary Clinton é a única a conseguir ver as duas. </p> <p>A ideia foi de Michael Hodge, irmão de Paul Hodge e co-autor da peça: “Nós metemo-nos com toda a gente. A comédia é isso mesmo. Não há nenhuma intenção política nisto, apenas gostamos de olhar para os seres humanos. O ser humano é engraçado e por isso gostamos de rir”, remata Paul.</p> <p>A ideia de fazer um musical sobre a presidência de Clinton surgiu há cerca de dez anos, quando os irmãos Hodge viram o musical “Keating!”, sobre o primeiro-ministro Paul Keating.</p> <p><a href="http://clintonthemusical.com/">Clinton, the Musical</a> está em cena no teatro <a href="http://newworldstages.com/">New World Stages</a> de Nova Iorque e pode ser vista pelo menos até setembro.</p>