This content is not available in your region

20 a 40% dos stocks mundiais de ouro passam pelo Dubai

De  Euronews
euronews_icons_loading
20 a 40% dos stocks mundiais de ouro passam pelo Dubai
Direitos de autor  euronews   -   Credit: Dubai
Tamanho do texto Aa Aa

Nos primeiros nove meses de 2020, o comércio de ouro do Dubai representou 41 mil milhões de euros, de acordo com as autoridades do Dubai.

Durante mais de um século, os comerciantes rumaram aos mercados do Dubai em busca de especiarias, pérolas e ouro. Trata-se da exportação mais lucrativa depois do petróleo. Graças a este comércio, o Dubai ficou conhecido como a "cidade do ouro".

O ouro é refinado e convertido em barras de investimento, na refinaria Al Etihad. A empresa fornece bancos, negociantes e vendedores de joias.

“Encorajo as pessoas a investirem apenas em ouro. O círculo completo do ouro é feito aqui, nesta cidade, com destaque para as infraestruturas, a estabilidade e a segurança”, frisou Salah Khalaf, co-proprietário da refinaria de ouro Al Etihad.

Fundado pela família Abdullah em 1955, o Dubai Gold and Jewellery Group é uma associação comercial sem fins lucrativos, com mais de setencentos membros.

"Em qualquer altura, há quarenta ou cinquenta toneladas disponíveis no mercado, tanto no comércio a retalho como no comércio grossista. Como temos uma grande produção há uma influência ao nível dos preços, que se tornam nos preços mais competitivos, a nível mundial”, sublinhou Tawhid Abdullah, presidente do Dubai Jewellery Group.

euronews
Tawhid Abdullah, presidente do Dubai Gold and Jewellery Groupeuronews

20 a 40% do ouro mundial passa pelo Dubai

A indústria das joias e do ouro é submetida a uma série de regras. "Somos autodisciplinados e temos muitas regras e controlos governamentais que nos levam a ter um produto perfeito", referiu Tawhid Abdullah.

Todos os anos, entre 20 e 40% dos stocks de ouro do mundo passam pelo Dubai. A maior parte vai para o mercado do ouro. Na cidade dos Emirados, em apenas meio quilómetro quadrado, há 300 lojas. Os negociantes de ouro tiram partido do fuso horário de Dubai. É uma das poucas bolsas mundiais que integra todos os fusos horários, da Austrália, à costa oeste dos EUA.

"Para mim, o coração da indústria do ouro nos Emirados Árabes Unidos é onde estamos hoje no mercado do Dubai. Trata-se simplesmente do sítio no mundo onde é mais barato comprar joias de ouro. Noutros países, a tributação é muito alta. Aqui é o melhor sítio para comprar ouro, para obter mais valor pelo que se paga", sublinhou Jeffrey Rhodes, consultor da Rhodes Precious Metals Consultancy. Para o responsável, o segredo do sucesso duradouro da indústria do ouro no Dubai prende-se com "as pessoas, a infraestrutura e os líderes que permitem que os negócios floresçam”.

Compra de ouro isenta de impostos para turistas

No Dubai, a compra de ouro está isenta de impostos para os turistas. Após um abrandamento devido à pandemia, no quarto trimestre de 2020, o comércio de ouro retomou uma trajetória ascendente.

"Nós fazemos as joias aqui. 85% do trabalho de produção é feito aqui. O ouro é uma matéria-prima que é sempre popular. É um dos metais que está relacionado com a moeda. As pessoas preferem investir em ouro", disse Kiran Pithani, co-fundador e diretor da Cara Jewellery.