Última hora

Última hora

Brasil arrasou a Croácia no arranque do Mundial

Em leitura:

Brasil arrasou a Croácia no arranque do Mundial

Tamanho do texto Aa Aa

O Brasil saíu vitorioso da partida inaugural do Mundial 2014, contra a Croácia, em São Paulo. Um confronto emocionante, com três golos dos canarinhos depois de uma primeira marcação da Croácia aos 11 minutos.

Os croatas inauguraram o marcador através de um golo na própria baliza de Marcelo, depois de um cruzamento de Olic.

A grande estrela do dia foi Neymar, que brilou com dois golos.

Com o primeiro, fez o empate, aos 29 minutos. O avançado do Barcelona libertou-se da pressão de defensores croatas e disparou rasteiro, num remate muito colocado, junto ao poste esquerdo da baliza de Pletikosa, que não teve chances de reagir.

Na cobrança de uma grande penalidade inexistente, aos 71 minutos, Neymar voltou a marcar.

O jogador do FC Barcelona marcou assim os seus 32.º e 33.º golos, em 50 jogos pela seleção.

A partir do 2-1, a Croácia aventurou-se mais no terreno, com maior exposição, à procura do empate, mas os brasileiros tinham mais surpresas na manga.
O Brasil foi ao rubro com o teceiro golo, marcado por Óscar aos 91 minutos da partida, fazendo o 3-1.

Os próximos jogos

O Mundial continua na sexta-feira, com outro jogo do Grupo A, entre México e Camarões – no Estádio das Dunas, Natal, com a partida entre Chile e Austrália – no Arena Pantanal, em Cuiabá, e o confronto principal, entre a Espanha e a Holanda, no Arena Fonte Nova, em Salvador, um jogo que vem recordar a final do Mundial 2010.

Miguel Herrera divulgou esta quinta-feira o onze que vai defrontar o Camarões no primeiro jogo dos mexicanos no Mundial do Brasil. Na baliza, estará Ochoa. Talavera e Corona ficaram de fora.

Para fazer frente à célebre rapidez da equipa africana, Herrera disse que os seus jogadores vão apostar no domínio da bola.

A partida entre México e Camarões está agendada para sexta-feira, às 17 horas. Ambas as seleções pertencem ao Grupo A, onde estão igualmente Brasil e Croácia.

A Austrália, que chega ao Mundial com uma seleção fraca, vai apostar num jogo mais ofensivo, no confronto com a equipa chilena. Segundo o avançado Tim Cahill, esta é a forma de garantir uma vitória, numa partida que se antevê difícil.
A seleção chilena quer dar um primeiro passo rumo à classificação para as oitavas de final diante da Austrália do veterano Tim Cahill, na partida de estreia que as duas seleções disputarão na Arena Pantanal de Cuiabá nesta sexta-feira, pelo Grupo B da Copa do Mundo.

Chile e Austrália dividem um complicado Grupo B com a atual campeã Espanha e a vice Holanda.

A equipe chilena chega com o estilo de jogo ofensivo do técnico argentino Jorge Sampaoli, um discípulo de Marcelo Bielsa, que comandou os chilenos no Mundial de 2010, na África do Sul.

O elenco da seleção chilena conta com jogadores de qualidade como Alexis Sánchez, o atacante do Barcelona, e o volante Arturo Vidal, da Juventus de Turim.

O selecionador Vicente del Bosque afirmou esta quinta-feira que a seleção espanhola “está à altura de defender o título de campeão”, um dia antes da estreia dos espanhóis frente à Holanda, neste Mundial.

O avançado internacional espanhol de origem brasileira Diego Costa disse sentir-se em forma e pronto para fazer um bom jogo:

“Sinto-me muito melhor. A lesão está passada, sinto-me a cem por cento,estou certo de que não haverá nenhum problema.”

O técnico holandês, Louis Van Gaal, futuro treinador dos ingleses do Manchester United, tem apostado numa transformação de fundo do sistema que marcava o jogo dos holandeses: para prevenir a força dos centrais da equipa espanhola, abandonou o sistema 4-3-3, optando pelo esquema 3-5-2.

Os nossos palpites

Mas quem será o vencedor na Arena Fonte Nova? Eis o momento pelo qual todos ansiaram: os prognósticos da redação desportiva da euronews. E não esqueça que pode enviar-nos as suas previsões através das redes sociais usando o hashtag #TheCornerScores

Para o jogo entre o México e Camarões apostámos na vitória dos tricolores.

Para o duelo entre Espanha e Países Baixos, o nosso palpite é um empate por um golo.

Finalmente, o Chile sairá vitorioso contra a Austrália, segundo o prognóstico da redação desportiva da euronews.

A FIFA em guerra aberta

A FIFA hoje não tem apenas de se defender de ataques externos – o conflito está lá dentro.
Joseph Blatter, na presidência da FIFA desde 1998, deu a entender que pretende recandidatar-se a um novo mandato, apesar da falta de apoio das federações europeias. Michel Platini reagiu retirando o apoio ao presidente da FIFA: “O reino de Blatter chegou ao fim”, disse Platini.

Cresce o conflito no seio do futebol mundial. O presidente da UEFA, Michel Platini, anunciou esta quinta-feira que não vai apoiar uma recandidatura de Joseph Blatter à presidência da FIFA.

O contencioso em torno do futuro da FIFA marcou o congresso que reuniu esta semana em São Paulo as 209 associações mundiais de futebol.

Os dirigentes europeus recordaram a promessa feita em 2011 por Blatter de que não iria prolongar a sua presidência além do actual mandato.

Entretanto, o presidente da UEFA reiterou a sua rejeição à recandidatura de Blatter, sublinhando que não apoiará para um novo mandato.

O francês não esconde a ambição de avançar com uma candidatura contra Blatter, mas só confirmará este passo em Agosto, durante o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, no Mónaco.

Sinta-se em casa

Nem todos os alemães vão voar até ao Brasil para assistir aos esforços da seleção germânica. Alguns vão ter de ver o Mundial sentados no sofá. Mas não em casa, como vamos ver…

Os adeptos alemães foram convidados a levar os seus sofás de casa para assistir aos jogos do Mundial na maior sala do mundo: no estádio do União de Berlim, um clube da segunda divisão.

O slogan para esta iniciativa é “Sinta-se em casa”. O estádio está pronto para acolher quem decidiu gozar uma experiência inédita.

No estádio do União de Berlim o apoio à equipa alemã vai ter uma intensidade muito especial.

E chegámos ao fim desta edição de The Corner Especial Mundial 2014. Continue connosco, neste mês de puro futebol.