Última hora

Última hora

Fugir, Filmar e Postar: Prisioneiros brasileiros apanhados nas redes

Em leitura:

Fugir, Filmar e Postar: Prisioneiros brasileiros apanhados nas redes

Tamanho do texto Aa Aa

Treze presos da prisão brasileira de Rio Verde, no estado de Goiás, cavaram um túnel na cela para escapar, filmaram a fuga num telemóvel e publicaram as imagens no Youtube e no Facebook. Fugiram e foram apanhados nas redes sociais. O túnel tinha três metros e ligava o interior da cela à horta da prisão.

Dos 13 fugitivos, dois já foram recapturados e interrogados, um deles entregou-se livremente às autoridades. Os restantes 11 continuam a monte, na condição de foragidos da polícia. Cumpriam penas de prisão por homicídio ou assalto à mão armada. A prisão estava no limite da capacidade, albergava 47 presos quando tem capacidade para acolher apenas 20.

Segundo as autoridades da cadeia o quadro de pessoal também é reduzido, com apenas um guarda prisional a fazer a vigilância durante o dia e dois durante a noite. A fuga deu-se numa troca de turno e já foi aberto um inquérito para apurar todas as responsabilidades e para saber se houve algum tipo de negligência ou uma eventual participação dos funcionários. Segundo a imprensa local, o guarda prisional de serviço foi suspenso.