This content is not available in your region

Separatistas islâmicos lançam ataque a Grozny no aniversário da guerra da Chechénia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Separatistas islâmicos lançam ataque a Grozny no aniversário da guerra da Chechénia

<p>Os separatistas chechenos regressam ao ativo com um ataque em Grozny, a seis dias do 20o aniversário da primeira guerra na Chechénia. </p> <p>Dezenas de combatentes ocuparam o edifício da “casa da imprensa” na capital chechena na noite de quarta-feira, envolvendo-se em confrontos que vitimaram pelo menos 10 militares.</p> <p><iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/jyfrZFi4MXA?list=UUD6FSNaF0DG1wb63UeXKxFQ" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p><iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/8O-Gu5o5Wt0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p>O presidente da região afirma que a operação conseguiu neutralizar o comando do grupo separatista islâmico “Emirado do Cáucaso” , que reivindicou o ataque, tendo vitimado pelo menos dez rebeldes.</p> <p>Uma informação desmentida por outras fontes que afirmam que a operação anti-terrorista prossegue esta noite, quando os combatentes ter-se-iam refugiado numa escola da cidade.</p> <p>Num vídeo, difundido na Internet, um dos responsáveis do grupo “Emirado islâmico do Cáucaso” reivindicou a ação como uma represália contra “o tratamento das mulheres muçulmanas”. </p> <p><iframe width="560" height="315" src="//www.youtube .com/embed/jkcQTOyTyQY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p>O grupo rebelde ativo no terreno e que conta com vários combatentes mobilizados na Síria e no Iraque, regressa assim às ações armadas quando alguns analistas referem uma possível ligação do movimento ao grupo Estado Islâmico.</p>