Última hora

Última hora

Tunísia espera cumprir ideais da revolução com homem do antigo regime

Aos 88 anos, Beji Caid Essebsi venceu a segunda volta das eleições presidenciais na Tunísia com 55,68% dos votos. Um homem do antigo regime que promete cumprir os ideais da Revolução do Jasmim.

Em leitura:

Tunísia espera cumprir ideais da revolução com homem do antigo regime

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de tunisinos saíram à rua depois de conhecidos os resultados da segunda volta das eleições presidenciais.

A vitória do antigo primeiro-ministro é encarada como um passo em frente na consolidação da democracia, um processo iniciado com a chamada Revolução do Jasmim, em 2011.

“Participei na revolução tunisina e acredito que, hoje, alcançamos parte dos nossos objetivos. Trata-se de um modelo social que se pode tornar num projeto. Ganhámos a batalha, mas ainda temos de reconstruir a Tunísia” afirma uma eleitora.

“O presidente é nosso pai. Que Deus o abençoe” acrescente um tunisino.

“Tem de respeitar os compromissos e contribuir para melhorar a vida da população” conclui uma tunisina.

Desafios não faltam. A inflação, a elevada taxa de desemprego e a pobreza continuam a fustigar a Tunísia, quatro anos após a revolução.