EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tunísia espera cumprir ideais da revolução com homem do antigo regime

Tunísia espera cumprir ideais da revolução com homem do antigo regime
Direitos de autor 
De  Lurdes Duro Pereira com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Aos 88 anos, Beji Caid Essebsi venceu a segunda volta das eleições presidenciais na Tunísia com 55,68% dos votos. Um homem do antigo regime que promete cumprir os ideais da Revolução do Jasmim.

PUBLICIDADE

Milhares de tunisinos saíram à rua depois de conhecidos os resultados da segunda volta das eleições presidenciais.

A vitória do antigo primeiro-ministro é encarada como um passo em frente na consolidação da democracia, um processo iniciado com a chamada Revolução do Jasmim, em 2011.

“Participei na revolução tunisina e acredito que, hoje, alcançamos parte dos nossos objetivos. Trata-se de um modelo social que se pode tornar num projeto. Ganhámos a batalha, mas ainda temos de reconstruir a Tunísia” afirma uma eleitora.

“O presidente é nosso pai. Que Deus o abençoe” acrescente um tunisino.

“Tem de respeitar os compromissos e contribuir para melhorar a vida da população” conclui uma tunisina.

Desafios não faltam. A inflação, a elevada taxa de desemprego e a pobreza continuam a fustigar a Tunísia, quatro anos após a revolução.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Beji Caid Essebsi o "velho lobo" dos tunisinos

Tunísia: Essebsi conquista presidência por entre protestos no sul do país

Helicóptero do presidente iraniano faz "aterragem forçada", informa a imprensa estatal