Última hora

Última hora

Charlie Hebdo: Judeus de França "mais fortes do que o terror"

O presidente francês, François Hollande, recebeu, este domingo, no Palácio do Eliseu, os representantes da comunidade judia de França, a maior da

Em leitura:

Charlie Hebdo: Judeus de França "mais fortes do que o terror"

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês, François Hollande, recebeu, este domingo, no Palácio do Eliseu, os representantes da comunidade judia de França, a maior da Europa e a terceira maior do mundo.

Depois da tomada de reféns que, sexta-feira, fez quatro mortos numa mercearia kasher de Paris, a comunidade judia está cada vez mais inquieta.

MAs o presidente do Sindicato dos Estudantes Judeus de França, Sacha Reingewirtz, diz que o terror não passará:

“Retive uma frase do presidente: ‘Hoje, a França, hoje, Paris, é a capital do mundo, a capital da liberdade.’

Quando atacam judeus, quando atacam jornalistas, é a democracia que querem assassinar, é a República que querem atingir.

Nós, os estudantes judeus de França, os franceses mantemo-nos de pé. Marchamos pela República, temos confiança na força da República para garantir o nosso futuro em França e a nossa mensagem será mais forte do que o terror.”