Última hora

Última hora

Morto ex-comandante talibã do Estado Islâmico

Um drone da NATO matou um ex-comandante dos talibãs, agora ligado ao grupo Estado Islâmico.

Em leitura:

Morto ex-comandante talibã do Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Um antigo comandante talibã, alegadamente aliado do grupo armado Estado Islâmico, foi morto por um drone da NATO no Afeganistão.

A polícia da província de Helmand confirmou a morte do “mullah” Abdul Rauf Khadim, que tinha sido libertado de Guantánamo em 2007, antes de se juntar ao grupo armado. Os talibãs estão habitualmente mais ligados à Al-Qaeda.

O “mullah” terá conseguido juntar cerca de 300 homens, na região, para as fileiras do autodenominado Estado Islâmico: “Vamos lançar operações de segurança contra militantes nas áreas afetadas da província de Helmand, para garantir a paz e a estabilidade das pessoas”, garantiu o chefe da polícia local.

A adesão de talibãs ao grupo Estado Islâmico está, por enquanto, limitada ao Paquistão e ao Afeganistão. O grupo está ativo sobretudo na Síria e no Iraque, países onde controla partes importantes do território.

Cerca de uma dezena de antigos comandantes talibãs anunciaram, recentemente, terem-se juntado a este grupo jihadista.