Última hora

Última hora

Ucrânia: "Marcha da Dignidade" para assinalar o triunfo da revolução de Maidan

Cerca de uma dezena de chefes de Estado e do Governo europeus participaram hoje, em Kiev, na “Marcha da Dignidade”, que assinala o aniversário do

Em leitura:

Ucrânia: "Marcha da Dignidade" para assinalar o triunfo da revolução de Maidan

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de uma dezena de chefes de Estado e do Governo europeus participaram hoje, em Kiev, na “Marcha da Dignidade”, que assinala o aniversário do triunfo da revolução de Maidan e da chegada ao poder das novas autoridades pró-ocidentais.

“A marcha em honra dos manifestantes mortos, chamada “Marcha da Dignidade”, tem um percurso simbólico que passa pelas ruas onde os manifestantes foram mortos a tiro e termina na praça Maidan com representantes de diferentes correntes de opinião a participarem numa cerimónia denominada Oração pela Paz”, sublinhou Maria Korenyuk, correspondente da Euronews em Kiev.

“Pedimos a Deus paz para o nosso Estado. Queremos paz e queremos que a Ucrânia vença! Fizemos a revolução elas crianças. Podemos morrer por elas e pela Ucrânia!”, disse um participante.

A 22 de fevereiro do ano passado, o parlamento da Ucrânia destituiu Yanukovich, que tinha fugido de Kiev, depois dos setores mais radicais da oposição não aceitarem o acordo de compromisso, firmado um dia antes, e que contemplava, entre outras coisas, eleições antecipadas.