This content is not available in your region

Barcelona vence Liga dos Campeões

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Barcelona vence Liga dos Campeões

<p>O Barcelona conquistou o título mais cobiçado do futebol europeu pela quinta vez na sua história mas precisou de se aplicar a fundo para levar de vencida a Juventus por 2-1 no Estádio Olímpico de Berlim.</p> <p>Os espanhóis até podem ter entrado em campo como os claros favoritos mas depois de noventa minutos de grande intensidade ficou bem evidente que o triunfo podia ter sorrido a qualquer uma das equipas.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="pt" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/FCBLive?src=hash">#FCBLive</a> As estatísticas da grande final de Berlim. <a href="https://twitter.com/juventusfc"><code>JuventusFC</a> 1-3 FC Barcelona. É CAMPEÃO! <a href="http://t.co/njHVko9pz8">http://t.co/njHVko9pz8</a> <a href="http://t.co/AkOPU7PL9u">pic.twitter.com/AkOPU7PL9u</a></p>&mdash; FC Barcelona (</code>fcbarcelona_br) <a href="https://twitter.com/fcbarcelona_br/status/607288130987819008">6 junho 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p> <p>Ainda o encontro dava os primeiros passos e já o Barcelona estava na frente do marcador com um golo de Ivan Rakitić.</p> <p>Os mais pessimistas logo deram o jogo por terminado mas a Juventus recusou-se a baixar os braços e mostrou que a presença no jogo mais importante do futebol europeu não foi fruto do acaso.</p> <p>A equipa italiana não teve problemas em descurar a linha defensiva para partir em busca da igualdade e por várias vezes conseguiu colocar o Barcelona em apuros.</p> <p>Por várias vezes a Vecchia Signora foi salva por Buffon, é certo, mas os esforços foram recompensados a abrir o segundo tempo. Álvaro Morata aproveitou uma defesa incompleta de ter Stegen para restabelecer a igualdade no marcador. Estavam decorridos 55 minutos.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="it" dir="ltr"><span class="caps">ALVAROO</span> <span class="caps">ALVAROO</span> <span class="caps">ALVAROOOO</span> <span class="caps">ALVAROOO</span> <span class="caps">SIIII</span> <span class="caps">SIIII</span> <span class="caps">SIIII</span> <span class="caps">AVANTI</span> <span class="caps">RAGAZZI</span> <span class="caps">AVANTIIIIIIII</span>!!! <a href="https://twitter.com/hashtag/JuveFcB?src=hash">#JuveFcB</a> 1-1 <a href="https://twitter.com/hashtag/FINOALLAFINE?src=hash">#FINOALLAFINE</a> <a href="http://t.co/6bhGzyu1PK">pic.twitter.com/6bhGzyu1PK</a></p>— JuventusFC (@juventusfc) <a href="https://twitter.com/juventusfc/status/607275938477416448">6 junho 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p> <p>O golo em nada mudou a postura das equipas, que continuaram ambas desenfreadamente ao ataque. Quando assim acontece, normalmente ganha quem tem melhores atacantes. Foi isso que aconteceu.</p> <p>Aos 68 minutos, Lionel Messi conduziu um contra ataque pelo corredor central e disparou forte à entrada da área. Buffon ainda parou o tiro do argentino mas nada podia fazer para a recarga de Luis Suárez.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Right place at the right time for <a href="https://twitter.com/LuisSuarez9"><code>LuisSuarez9</a> who slams in the rebound after Buffon&#39;s save from Messi <a href="https://twitter.com/hashtag/UCLfinal?src=hash">#UCLfinal</a> <a href="http://t.co/KIeRV4v4AC">pic.twitter.com/KIeRV4v4AC</a></p>&mdash; Champions League (</code>ChampionsLeague) <a href="https://twitter.com/ChampionsLeague/status/607279877801312257">6 junho 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p> <p>Este golo, sim, fez tombar por terra as esperanças dos transalpinos. Até final ainda voltaram a colocar ter Stegen à prova mas nunca pareceram acreditar muito na recuperação.</p> <p>Já para lá dos descontos, Neymar arrumou a questão e fez o 3-1 com que terminou a partida.</p> <p>O Barcelona venceu o quarto título europeu nos últimos dez anos e fechou com chave de ouro uma temporada perfeita, em que já tinha vencido também campeonato e taça. Repetiu o triplete conquistado com Pep Guardiola e tornou-se na primeira equipa a fazê-lo por duas vezes.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">A deafening roar as Xavi comes on for <a href="https://twitter.com/FCBarcelona"><code>FCBarcelona</a> - his 151st <a href="https://twitter.com/hashtag/UCL?src=hash">#UCL</a> appearance!&#10;<a href="https://twitter.com/hashtag/UCLfinal?src=hash">#UCLfinal</a> <a href="http://t.co/sR1QvcTiyp">pic.twitter.com/sR1QvcTiyp</a></p>&mdash; Champions League (</code>ChampionsLeague) <a href="https://twitter.com/ChampionsLeague/status/607281878144532482">6 junho 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p> <p>Dificilmente Xavi, que entrou para o lugar de Iniesta aos 78 minutos, podia ter desejado uma melhor despedida. 767 jogos e 25 troféus depois, chegou o momento de dizer adeus ao clube de sempre.</p> <p>Já a Juventus entrou para a história mas pelos piores motivos: nunca antes uma equipa tinha perdido seis finais da maior competição do futebol europeu.</p>