Última hora

Última hora

Cenário de indefinição ameaça desfecho da reunião do Eurogrupo

Parco em palavras, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse, na chegada à reunião dos ministros das Finanças da zona euro, que é preciso

Em leitura:

Cenário de indefinição ameaça desfecho da reunião do Eurogrupo

Tamanho do texto Aa Aa

Parco em palavras, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse, na chegada à reunião dos ministros das Finanças da zona euro, que é preciso esperar para perceber se Atenas trará novidades para o encontro que decorre no Luxemburgo. O impasse mantém-se.

“Não especularei sobre o que poderá acontecer e quando. Só tenho um trabalho a fazer. É tentar perceber se podemos tornar o acordo com a Grécia mais possível. Requer passos extraordinários do lado grego, porque precisamos de ter um acordo sólido”, comentou Jeroen Dijsselbloem.

O ministro grego das Finanças lembrou que o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, disse uma vez que “para o euro funcionar em qualquer lado, tem de funcionar em todo o lado.”

Yanis Varoufakis disse que Atenas apresentará ideias no encontro e que “o objetivo é substituir a discórdia custosa por um consenso efetivo.”

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, sublinhou que Atenas tem de liquidar o valor em dívida a 30 de junho e que não há “período de graça.”

O ministro francês das Finanças, Michel Sapin, mostrou algum otimismo em relação ao encontro reforçando que haverá “diálogo, discussão, confrontação, se for necessário” e acrescentando: “é possível avançar. As diferenças não são assim tão grandes como alguns sugerem.”

Efi Koutsokosta, euronews – “Apesar de não se esperar um acordo na reunião do Eurogrupo desta quinta-feira, são notórias manobras de bastidores. Na noite passada, o presidente da Comissão Europeia manteve uma breve conversa por telefone com Alexis Tsipras. Um facto que mostra que persistem os esforços para encontrar medidas equivalentes que coloquem de parte cortes nas pensões e a questão do IVA.”