Última hora

Última hora

Grécia: Alexis Tsipras entra na "realpolitik"

Perante o parlamento de Atenas, o primeiro-ministro grego admitiu, esta noite, que o governo fez várias concessões face ao programa inicial, na

Em leitura:

Grécia: Alexis Tsipras entra na "realpolitik"

Tamanho do texto Aa Aa

Perante o parlamento de Atenas, o primeiro-ministro grego admitiu, esta noite, que o governo fez várias concessões face ao programa inicial, na proposta apresentada quinta-feira aos credores internacionais.

Alexis Tsipras justificou as concessões com a necessidade de manter a Grécia na zona euro. Segundo o primeiro-ministro, as novas propostas permitirão obter financiamento adicional e um pacote de investimento para o país e, sobretudo, vão permitir a restruturação da dívida grega, que ultrapassa atualmente os 180% do PIB do país.

Apesar de admitir que as medidas propostas – que incluem aumento dos impostos e das taxas e cortes nas despesas – são difíceis, Tsipras garantiu que são melhores do que aquelas que foram rejeitadas pelo povo grego, no referendo de domingo último.

O primeiro-ministro, eleito há cerca de seis meses com base num programa eleitoral que prometia pôr fim à austeridade, diz que as opções foram tomadas a pensar nos desempregados, nos pensionistas e na dignidade do povo grego.

Referindo-se ao referendo de domingo último, o primeiro-ministro garante que as sementes da democracia que a Grécia está a semear vão frutificar e abrir caminho a outros países europeus.Cabe agora ao parlamento votar o pacote apresentado pelo governo grego.