Última hora

Em leitura:

Comissão Europeia e Banco Europeu de Investimento assinam acordo para lançar Fundo de Investimentos


A redação de Bruxelas

Comissão Europeia e Banco Europeu de Investimento assinam acordo para lançar Fundo de Investimentos

Em conjunto com o Banco Europeu de Investimento, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e o vice-presidente responsável pelo Emprego, Crescimento, Investimento e Competitividade, Jyrki Katainen, firmaram esta quarta-feira um acordo para lançar o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (EFSI, em inglês).

As medidas acordadas asseguram que o fundo esteja operacional a partir do outono. Começa assim a contagem decrescente para o investimento na economia real.

“Precisamos de um plano de investimento como o que apresentamos agora, porque há uma quebra de investimento na União Europeia, em todos os Estados-membros. Na Alemanha, por exemplo, o investimento privado caiu 52% entre 1991 e 2013”, reforçou o presidente da Comissão Europeia.

Vários países já contribuíram para o fundo. Em fevereiro, a Alemanha anunciou uma contribuição de oito mil milhões de euros, tal como França e Itália.

Através de investimento público e privado, a Comissão Europeia quer mobilizar 315 mil milhões de euros para financiar projetos de infraestruturas de transportes, banda larga, energia ou investigação.

O Banco Europeu de Investimento servirá de alavanca para atrair 15 vezes mais investimento, como explica o presidente Werner Hoyer: “A falta de investimento na Europa e as falhas em matéria de inovação devem-se ao facto de estarmos a gastar pouco em investigação, desenvolvimento e educação no continente. Só podemos fazer frente a este problema se mobilizarmos dinheiro privado. A ideia é conseguirmos mobilizar dinheiro privado, porque quando um projeto conseguir o selo de aprovação do Banco Europeu de Investimento, será mais fácil atrair investidores privados.”

O Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (EFSI, em inglês) é considerado a base do Plano de Investimento, conhecido como Plano “Juncker”, destinado a relançar a economia europeia.

A ideia é colocar o velho continente no caminho da recuperação.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Juncker apela ao empenho de Atenas na implementação de programa acordado