Última hora

Última hora

EUA "perderão" credibilidade se Congresso rejeitar acordo sobre nuclear iraniano

Em leitura:

EUA "perderão" credibilidade se Congresso rejeitar acordo sobre nuclear iraniano

EUA "perderão" credibilidade se Congresso rejeitar acordo sobre nuclear iraniano
Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama diz que os Estados Unidos “perderão” a credibilidade se o Congresso, dominado pelos republicanos, rejeitar o acordo sobre o nuclear concluído entre o Irão e as grandes potências.

Bloquear o compromisso concluído em julho depois de longas e duras negociações só servirá, nas palavras do presidente norte-americano, para acelerar a via para que Teerão se dote de uma arma nuclear.

Barack Obama frisou que “um Irão com armas nucleares é muito mais perigoso para Israel, para os Estados Unidos e para o mundo, do que um Irão que beneficie do levantamento de sanções. O primeiro-ministro israelita não concorda, (…) mas está errado.”

E sublinhou que “uma rejeição do acordo deixaria qualquer administração norte-americana face a uma única opção: uma nova guerra no Médio Oriente”.

O discurso foi proferido na Universidade Americana de Washington, onde, há 52 anos, o então presidente John F. Kennedy defendeu a conclusão de um tratado com a União Soviética também centrado no nuclear.

O Congresso debate em setembro o acordo sobre o nuclear iraniano e tem até ao dia 17 para tomar uma decisão.