Última hora

Última hora

IAAF identifica 32 casos de doping em Mundiais de 2005 e 2007

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) anunciou esta terça-feira a decisão de abrir um processo disciplinar a 28 atletas por

Em leitura:

IAAF identifica 32 casos de doping em Mundiais de 2005 e 2007

Tamanho do texto Aa Aa

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) anunciou esta terça-feira a decisão de abrir um processo disciplinar a 28 atletas por suspeita de uso de doping.

Depois de repetir os testes em amostras recolhidas nos mundiais de 2005 e 2007, o órgão que gere o atletismo a nível mundial detetou substâncias dopantes em 32 exames, feitos por 28 atletas.

Ainda recentemente, no início de agosto, o presidente do organismo, o senegalês Lamine Diack, tinha declarado não exitirem nenhuma evidências e que a denúncia de doping tem por trás uma campanha que visa redistribuir as medalhas olímpicas.

“Há alegações feitas, nenhuma evidência. Queremos examiná-las a sério porque dizer que no atletismo entre 2001 e 2012 não fizemos um trabalho sério com os testes é risível”, admitiu à Reuters o presidente da IAAF.

Sem revelar nomes, a IAAF ressalva que a maioria destes atletas já está retirada de competição e informa que nenhum deles vai participar nos Mundiais de Atletismo de Pequim.

Segundo um estudo recentemente revelado pelo semanário britânico Sunday Times e pela emissora alemã ARD, quase um terço dos testes de medalhistas em Olimpíadas e Mundiais, entre 2001 e 2012, teriam dado resultados suspeitos. A notícia foi considerada “sensacionalista” num comunicado da IAAF. O Sunday Times reagiu ao comentário da IAAF.