Última hora

Última hora

China: Explosões semeiam morte e destruição em Tianjin

Uma enorme explosão seguida de uma outra em contentores com produtos inflamáveis sacudiram a cidade chinesa de Tianjin, no norte. Mais de 40 pessoas

Em leitura:

China: Explosões semeiam morte e destruição em Tianjin

Tamanho do texto Aa Aa

Uma enorme explosão seguida de uma outra em contentores com produtos inflamáveis sacudiram a cidade chinesa de Tianjin, no norte. Mais de 40 pessoas morreram e 400 ficaram feridas.

De acordo com os meios de comunicação social locais, cerca de 40 pessoas estão desaparecidas.

As ondas de choque das explosões, no porto da cidade industrial, sacudiram vários edifícios e destruiu portas e janelas num raio de pelo menos dois quilómetros e foi sentida a 10 quilómetros de distância.

Muitos residentes saíram às ruas e várias zonas da cidade ficaram privadas de eletricidade.

A agência nacional para os sismos informou que a primeira explosão foi equivalente a 3 toneladas de TNT a segunda, mais poderosa foi equiparada a 21 toneladas.

O presidente chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro, Li Keqiang, prometeram que iriam ser feitos os esforços para salvar as vítimas e minimizar os danos provocados pelas detonações.

Os responsáveis anunciaram também que vai ser aberta uma investigação para apurar com rigor a origem do sinistro e apurar responsabilidades.