Última hora

Em leitura:

ONU alerta para distinção entre refugiados e migrantes


mundo

ONU alerta para distinção entre refugiados e migrantes

O porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) alerta para os riscos da utilização indiscriminada dos termos “refugiado” e “migrante”. Num texto publicado na página oficial da ACNUR , Adrien Edwards defende que a confusão entre os termos poder ter “consequências graves para vida e segurança dos refugiados”

Os migrantes são pessoas que saem dos seus países para melhorar as suas condições de vida, se quiserem regressar podem fazê-lo. Refugiados “são pessoas que fogem de perseguições ou de conflitos armados”.

Sem se saber se são migrantes ou refugiados, dois corpos encontrados no mar e quase 700 pessoas resgatadas de barcos no Mediterrâneo chegaram este sábado ao porto italiano de Messina, na Sicília. Na Macedónia, cerca de 3500 pessoas estão a atravessar a fronteira e a apanhar o comboio em direção ao norte da Europa.

Ao largo da costa líbia, as operações comandadas pela União Europeia não páram. Quem participa nas patrulhas e nos resgates já tem muitas histórias, na maioria das vezes, dramáticas para contar.

De acordo com o último relatório do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, mais de 300 mil pessoas tentaram atravessar o Mediterrâneo desde janeiro, pelo menos 2500 perderam a vida.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tailândia: Detido cidadão turco suspeito de envolvimento em atentado