Última hora

Última hora

Defensores de Espanha também cantam vitória na Catalunha

O Ciudadanos, defensor da permanência em Espanha, foi o segundo partido mais votado

Em leitura:

Defensores de Espanha também cantam vitória na Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Se os independentistas catalães cantam vitória nestas eleições, os partidários da permanência em Espanha também se dizem vencedores. Somadas, as forças pró-Espanha conseguiram a maioria dos votos expressos, embora menos deputados.

Inés Arrimadas, líder da filial catalã do partido Ciudadanos, conseguiu colocar a lista no segundo lugar: “Artur Mas marcou estas eleições porque disse que a maioria dos catalães estava cm ele, mas a maioria dos catalães virou-lhe as costas e escolheu a coexistência”, disse no discurso.

O Partido Popular, do primeiro-ministro Mariano Rajoy, não quer sequer ouvir falar em independência. Nestas eleições, o PP teve apenas 8,5 por cento: “Em Espanha, a lei vai ser cumprida e o país vai continuar unido. O que devemos discutir é a prosperidade, em vez de estar a criar divisões”, diz Pablo Casado, vice-diretor de comunicação do PP.

O correspondente da euronews em Madrid, Carlos Marlasca, conclui: “A estratégia de imobilidade do governo espanhol não impediu as forças independentistas de conseguir a maioria absoluta no parlamento catalão. Os meses que faltam até às eleições de dezembro podem ser muito longos para o primeiro-ministro Mariano Rajoy”.