Última hora

Última hora

Acampamento de refugiados em parque de Bruxelas desmantelado

Expressão visual da crise migratória, o acampamento de refugiados instalado no Parque Maximilien, próximo do centro de negócios Bruxelas, começou a

Em leitura:

Acampamento de refugiados em parque de Bruxelas desmantelado

Tamanho do texto Aa Aa

Expressão visual da crise migratória, o acampamento de refugiados instalado no Parque Maximilien, próximo do centro de negócios Bruxelas, começou a ser desmantelado.

Mais de 180 refugiados já foram repartidos por cerca de 96 famílias de acolhimento. No terreno, a “Plataforma Cidadã”, pela voz de Elodie Francart, ressalva que o trabalho humanitário é para continuar: “A organização Médicos do Mundo terá um espaço para continuar a realizar consultas médicas. A Oxfam vai continuar a gerir os stocks de vestuário para distribuir roupas pelos refugiados. Haverá ainda a escola onde continuarão a realizar-se animações para crianças, mas também aulas de francês e neerlandês para os adultos.”

No local permanecerão apenas quatro tendas para prestar apoio aos refugiados que chegam durante a noite. O governo belga desdobra-se em esforços na procura de espaços e de benfeitores para abrigar mais pessoas.