Última hora

Última hora

V20: Unidos contra o aquecimento global

Vinte dos países mais vulneráveis ​​às mudanças climáticas criaram um grupo, esta quinta-feira, o V20, com o objetivo de pressionar, o resto do

Em leitura:

V20: Unidos contra o aquecimento global

Tamanho do texto Aa Aa

Vinte dos países mais vulneráveis ​​às mudanças climáticas criaram um grupo, esta quinta-feira, o V20, com o objetivo de pressionar, o resto do mundo, a adotar medidas mais duras para reduzir o aquecimento global. O núcleo, que inclui alguns dos países mais pobres e pequenos do mundo, esteve reunido em Lima, a capital do Peru.

Point of view

"Representamos cerca de 700 milhões de pessoas (...) e estamos unidos pela nossa vulnerabilidade e exposição às mudanças climáticas", V20

O V20, 20 países que representam 700 milhões de pessoas, pretende constituir um fundo comum público-privado que atue como um seguro contra o custo dos fenómenos meteorológicos graves e os desastres. Entre as preocupações principais estão a luta contra a seca, as inundações, o degelo e o aumento do nível das águas.

Compõem o V20 o Afeganistão, Bangladeche, Barbados, Butão, Costa Rica, Timor Leste, Etiópia, Gana, Quénia, Kiribati, Madagáscar, Maldivas, Nepal, Filipinas, Ruanda, Santa Luzia, Tanzânia, Tuvalu, Vanuatu e Vietname.

A criação deste bloco – que afirma ser responsável por 2% das emissões de gases com efeito de estufa a nível mundial – acontece dois meses antes da cimeira das Nações Unidas sobre o clima, que decorrerá em Paris. Na capital francesa as principais potencias mundial procurarão alcançar um acordo global sobre a redução das emissões de carbono e evitar os efeitos, potencialmente, desastrosos do aquecimento global.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, o apoio monetário, em termos globais, aos países em desenvolvimento, que lutam contra as mudanças climáticas, tingiu, em 2014, os 62 mil milhões de dólares. O que representa mais de metade da meta fixada para 2020.