EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

V20: Unidos contra o aquecimento global

V20: Unidos contra o aquecimento global
Direitos de autor 
De  Nara Madeira com Reuters/AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Vinte dos países mais vulneráveis ​​às mudanças climáticas criaram um grupo, esta quinta-feira, o V20, com o objetivo de pressionar, o resto do

PUBLICIDADE

Vinte dos países mais vulneráveis ​​às mudanças climáticas criaram um grupo, esta quinta-feira, o V20, com o objetivo de pressionar, o resto do mundo, a adotar medidas mais duras para reduzir o aquecimento global. O núcleo, que inclui alguns dos países mais pobres e pequenos do mundo, esteve reunido em Lima, a capital do Peru.

Pressure grows for global #climate cash to help hard-hit poor http://t.co/B9BdmixoN2TheCVF</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/V20?src=hash">#V20</a> <a href="https://twitter.com/Oxfam">OxfamUNDP</a> <a href="http://t.co/tWSbDa7M7F">pic.twitter.com/tWSbDa7M7F</a></p>&mdash; alertnetclimate (alertnetclimate) 8 outubro 2015

O V20, 20 países que representam 700 milhões de pessoas, pretende constituir um fundo comum público-privado que atue como um seguro contra o custo dos fenómenos meteorológicos graves e os desastres. Entre as preocupações principais estão a luta contra a seca, as inundações, o degelo e o aumento do nível das águas.

W/ #Philippines Finance Min CVP1960</a> #V20 launch: initiative of Climate Vulnerable Forum backed by UNDP</a>. <a href="https://twitter.com/TheCVF">TheCVFpic.twitter.com/qTMOCg347h

— Helen Clark (@HelenClarkUNDP) 8 outubro 2015

Compõem o V20 o Afeganistão, Bangladeche, Barbados, Butão, Costa Rica, Timor Leste, Etiópia, Gana, Quénia, Kiribati, Madagáscar, Maldivas, Nepal, Filipinas, Ruanda, Santa Luzia, Tanzânia, Tuvalu, Vanuatu e Vietname.

As #climatepledge deadline expires, where does #LatinAmerica stand? NRDC</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/INDC?src=hash">#INDC</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/emissions?src=hash">#emissions</a> <a href="http://t.co/ZkEPF38J43">http://t.co/ZkEPF38J43</a> <a href="http://t.co/aD44fOUeXU">pic.twitter.com/aD44fOUeXU</a></p>&mdash; Climate Vulnerable (TheCVF) 7 outubro 2015

A criação deste bloco – que afirma ser responsável por 2% das emissões de gases com efeito de estufa a nível mundial – acontece dois meses antes da cimeira das Nações Unidas sobre o clima, que decorrerá em Paris. Na capital francesa as principais potencias mundial procurarão alcançar um acordo global sobre a redução das emissões de carbono e evitar os efeitos, potencialmente, desastrosos do aquecimento global.

Twenty nations vulnerable to #climate change seek more action http://t.co/tMDeiXfbOLTheCVF</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/V20?src=hash">#V20</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/COP21?src=hash">#COP21</a> <a href="http://t.co/nnhTNrMIdP">pic.twitter.com/nnhTNrMIdP</a></p>&mdash; AlertNet (AlertNet) 8 outubro 2015

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, o apoio monetário, em termos globais, aos países em desenvolvimento, que lutam contra as mudanças climáticas, tingiu, em 2014, os 62 mil milhões de dólares. O que representa mais de metade da meta fixada para 2020.

Unprecedented preparation of nat'l #climateaction plans, covering 87% of global GHG http://t.co/FUtmnMoNZW#COP21pic.twitter.com/5wAYqJ5br2

— Christiana Figueres (@CFigueres) 2 outubro 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Stonehenge intacto após ato de vandalismo de ativistas pelo clima

Hora do crepúsculo para o Pacto Ecológico Europeu?

Polónia: temperaturas abaixo de zero após vaga de calor