Última hora

Última hora

Companhias aéreas estão em alerta na rota sobre o Mar Cáspio

O disparo de mísseis russos sobre a Síria reacende a discussão sobre a segurança dos voos comerciais sobre zonas de conflito. A Agência Europeia de

Em leitura:

Companhias aéreas estão em alerta na rota sobre o Mar Cáspio

Tamanho do texto Aa Aa

O disparo de mísseis russos sobre a Síria reacende a discussão sobre a segurança dos voos comerciais sobre zonas de conflito.

A Agência Europeia de Segurança Aérea emitiu um alerta para a região do Mar Cáspio, Irão e Iraque e, segundo a agência homóloga da ONU, algumas companhias aéreas estão já a usar rotas alternativas.

Para atingir alvos na Síria, os mísseis russos atravessam cerca de 1500 quilómetros através do Mar Cáspio, Irão e Iraque. Um risco numa rota importante para as ligações aéreas entre a Europa, Médio Oriente e Ásia. Centenas de voos podem ser afetados se a rota for declara perigosa ou se for encerrada.

A Organização Internacional de Aviação Civil pediu à Rússia, Turquia e Irão mais transparência e mais informações sobre riscos presentes e futuros para os voos comerciais.

Na memória está ainda viva a tragédia do voo da Malaysia Airlines abatido por um míssil no leste da Ucrânia no ano passado. Morreram 298 pessoas.